Skip navigation

Category Archives: Música

As tribos urbanas, ligadas por ocupações, interesses comuns ou amizade, compartilham características semelhantes quanto a gosto musical, modo de pensar, maneira de se comportar e jeito peculiar de vestir. Às vezes por trás das atitudes tomadas pelos integrantes há motivação ideológica, às vezes não.

Nos anos 60, nos Estados Unidos, surgiram os roqueiros, cujo som foi imortalizado por Elvis Presley, Beatles, Rolling Stones, dentre muitos. A guerra do Vietnã deu ao movimento na época um caráter político, por causa das letras de músicas com caráter de protesto. No Brasil, Rita Lee se eternizou como a mais célebre representante do rock nacional.

Elvis Presley
Elvis Presley

Rita Lee

Rolling Stones
Rolling Stones
Coca-Cola estilizada do Kiss
Coca-Cola estilizada do Kiss
Beatles
Beatles

Alexandre Herchcovitch
Alexandre Herchcovitch

Na mesma década muitos jovens tornaram-se conhecidos como nerds, dada a preferência pelos estudos, trabalho, filmes em série, desenhos, games, brinquedos ninjas, hqs., tecnologia, além de certa  propensão para o isolamento social. Com o tempo passaram a ser vistos como fáceis de relacionamento com amigos portadores dos mesmos hábitos e rara capacidade em aceitar o diferente.

nerdsNerds1

Editorial da Revista Mag sobre nerds
Editorial da Revista Mag sobre nerds

Já no final do século XX, a partir de algumas bandas do cenário punk americano, surgiram os emos. A tribo, composta por adolescente, curte um repertório exacerbadamente romântico. Seus membros apresentam-se com cabelos lisos, desgrenhados com laquê, e franjão colorido. A maquiagem usada é pesada, por causa dos olhos contornados por cajal. As roupas escuras ou com xadrez, são complementadas por óculos e outros adornos como pulseiras, colares, meias de cor, cintos e tênis personalizado.  Comunicam-se pela internet e freqüentam muito os shoppings.

Emos
Emos

emos e roqueiros

Anúncios

Ultrapassada a década de 50, período em que os homens trajavam quase que unanimemente calça, camisa ou terno e as mulheres copiavam Jackie Kennedy com seus conjuntos retilíneos, tudo em cores muito sóbrias, explodiu no Brasil o tropicalismo. Movimento importante, sobretudo no período de 67 a 72, alimentava-se no exterior, mas degustava e transformava as informações, nacionalizando-as. Ele propiciou o surgimento no país de uma cultura verde-amarela que tinha como ideal a liberdade de expressão.

Caetano Veloso vestindo um Parangolé
Caetano Veloso vestindo um Parangolé
Rio Fashion Week 2008 - Totem
Rio Fashion Week 2008 – Totem

O movimento influenciou a arquitetura, a música, as artes plásticas, a poesia, o cinema e sobretudo a moda. As roupas mais amplas, de tecidos leves, passaram a exibir cores fortes, com estampas de flores tropicais, fauna, frutas, tudo muito exuberante.

Totem 2008
Totem 2008
Rio Fashion Week 2008 - Totem
Rio Fashion Week 2008 – Totem


Os tempos e os ideais podem ter mudado, mas estilistas renomados e marcas famosas continuam a se inspirar no tropicalismo para compor seus visuais.

No final da década de 50 o homem começou a explorar o espaço. Esse fato trouxe novas idéias e costumes para a população da época. As pessoas idealizavam o futuro com base na expansão espacial e isso era refletido nas artes, roupas, arquitetura, música, entre outros.

A arte e arquitetura minimalista se fundem criando espaços e quadros praticamente acromáticos, marcados pela repetição de forma e pela geometria. As instalações bi ou tridimensionais brincam com a escala de luz,formato, superfície, cor e relação com o ambiente.  Branco, preto e cinza dominavam a visão com raras inclusões de cores, na maioria das vezes, primárias.

Alguns artistas que se destacaram nesse movimento foram:

Sol LeWitt:

Sem Título
Sem Título

Donald Judd:

"Sem Título"
“Sem Título”

E Frank Stella:

"The Marriage of Reason"
“The Marriage of Reason”

O minimalismo é atemporal. Ele sempre vai ser futurístico e vai ser parte da moda. Nela, os looks são classificados como elegantes e ainda podem ser usados mesmo anos depois de seu lançamento. Roupas de alfaiataria, vestidos pretos básicos, camisetas brancas são ícones da moda que fazem parte desse estilo. Um exemplo de marca minimalista é a Calvin Klein.

Calvin Klein

Propaganda feminina da Calvin Klein

Propaganda feminina da Calvin Klein

New York Fashion Week 02.2009

New York Fashion Week 02.2009

Calvin Klein 2007

Calvin Klein 2007

O minimalismo também surge na música e na literatura. Na primeira ele é marcado pela repetição de sons e pouca variação de notas, na segunda ele aparece em pequenos textos que não utilizam advérbios para ficarem menores.