Skip navigation

Category Archives: Uncategorized

A Op Art, ou Optical Art foi um movimento muito rápido. Seu status de arte durou apenas cinco anos e depois caiu no gosto popular. Seu ápice foi em 1965 com o lançamento de uma exposição em Nova York: The Responsive Eye.

"Red Nose" de Alexander Calder

"Red Nose" de Alexander Calder

As obras parecem se mover e causam uma ilusão ótica, daí o nome no movimento. A maioria delas era acromática, usando o contraste entre branco e preto para aumentar mais ainda a confusão visual causada pelas obras, porém existem algumas que utilizam cores.

"Loss" de Bridget Riley

"Loss" de Bridget Riley

Victor Vasarely

Victor Vasarely

Este é um movimento de arte gráfica, talvez por isso vários quadros acabaram virando estampa de tecido, um dos motivos de sua popularização.

"Continuum" e sua escultora Bridget Riley

"Continuum" e sua escultora Bridget Riley

Alguns críticos dizem que a pequena duração do título de arte para a Op Art é uma prova de que ela nunca foi arte de verdade. Ele foi um movimento estritamente visual e não teve o mesmo impacto e apelo que a Pop Art.

Mosaico em Mônaco de Victor Vasarely "De la Terre à la Mer"

Mosaico em Mônaco de Victor Vasarely "De la Terre à la Mer"

O principal artista da Op Art foi Victor Vasarely, porém outros como Bridget Riley, Alexander Calder e Richard Anuszkiewicz também contribuíram bastante.

Dior Summer 2009

Dior Summer 2009

Anúncios

Ao longo dos anos arte e moda andaram de mãos dadas. A sociedade passa por transformações e estas se refletem nos quadros, esculturas, música, literatura, arquitetura e nas roupas. Numa época de guerra, por exemplo, as cores escuras e a discrição predominam, já quando essa guerra ou crise termina, a alegria reina, cores e objetos exuberantes são vistos em todos os lados, a música abandona um pouco o discurso político, etc. É impossível contar a história de um movimento sem relacionar todos os tipos de arte e o momento histórico.

A história dita as características da população e os artistas, estilistas, arquitetos, entre outros apenas nadam com a correnteza para dar ao povo o que eles estão procurando.

Os movimentos serão abordados separadamente e relacionando a arte e a moda.

Welcome to WordPress.com. This is your first post. Edit or delete it and start blogging!